Portal da Cidade Porto Velho

ECONOMIA

CDL demonstra otimismo com aquecimento das vendas de Natal em 2019

Os comerciantes estão na expectativa positiva, pois essas vendas serão as melhores dos últimos cinco anos.

Postado em 02/12/2019 às 05:06

(Foto: Portal da Cidade)

Apesar da queda no volume de vendas observado nos primeiros meses do ano, a Câmara de Dirigentes dos Lojistas de Porto Velho (CDL) está mais confiante no aquecimento das vendas para dezembro. A previsão da entidade é de que haja um crescimento variado entre 7% à 10% no volume das vendas de Natal. A liberação dos saques das contas inativas do FGTS aliada as promoções das lojas, a queda dos juros e o controle da inflação são alguns dos fatores que podem estar associados para o aquecimento dessas vendas. 

Segundo o gerente executivo da CDL, Francisco Assis, depois de os indicadores econômicos apontarem para um cenário de recessão no país por dois anos, o atual momento se configura em recuperação econômica. Em 2019, o Produto Interno Bruto (PIB) – a soma de todas as riquezas produzidas pelo Brasil ao longo de um ano – tem a projeção de fechar o ano com crescimento de 1,1%. “Os comerciantes estão na expectativa positiva, pois essas vendas serão as melhores dos últimos cinco anos e por isso os empresários aumentaram as contratações para os próximos meses” afirmou.

As reformas trabalhista e da Previdência também animaram o empresário que tem se demonstrado mais otimista a direcionar novos investimentos no setor privado e, desta forma, aumentar a capacidade de gerar empregos. Prova disso é que no levantamento feito pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE), até maio de 2019, o país registrou a criação de 480 mil postos de trabalho com carteira assinada, ou seja, se nos últimos quatro anos a geração de empregos apontou queda, este ano deve terminar com aumento de 1,5%, totalizando cerca de 33,1 milhões de pessoas empregadas no setor privado.  


Fonte:

Receba as notícias de Porto Velho no seu WhatsApp.
Clique aqui, é gratis!

Deixe seu comentário