Portal da Cidade Porto Velho

APROVADO

Projeto concede gratificação à servidores municipais e piso aos odontólogos

A Câmara aprovou projeto de gratificações a várias categorias e a implantação do piso salarial nacional para os odontólogos.

Postado em 17/12/2019 às 08:50 |

Projetos de lei de autoria do Poder Executivo de Porto Velho foram aprovados pelos vereadores na noite desta segunda-feira (16), em 1ª e 2ª votação. Entre outros benefícios orientados pelo prefeito Hildon Chaves, eles concedem gratificações a várias categorias e até mesmo a implantação do piso salarial nacional para os odontólogos, atendendo a uma antiga reivindicação.

O secretário adjunto de governo, Devanildo Santana, que acompanhou as votações, agradeceu aos vereadores e explicou que foram aprovadas gratificações de incentivo no valor de R$ 1.200 para os motoristas de ambulância do Samu; gratificação de R$ 700,00 para biomédicos, farmacêuticos psicólogos e assistentes sociais; auxilio equivalente a R$ 1.000,00 para os agentes de trânsito da Semtran e aumento da gratificação aos professores com pós-graduação, mestrado e doutorado.

Piso Nacional

Ainda foi aprovada a implantação do piso salarial (nacional) dos odontólogos, que passa de R$ 2.200,00 para R$ 4.400,00. “O prefeito Hildon Chaves entende ser justo valorizar os servidores e proporcionar a eles o que merecem, já que as gestões anteriores não reconheceram os direitos desses trabalhadores”, frisou o secretário.

Santana acrescentou que tudo isso só foi possível graças à forma ao modelo de administração implantado pelo prefeito Hildon Chaves, que combate a corrupção, economiza o dinheiro público e a todo momento busca reverter os recursos em benefício da população de todo o Município e dos servidores municipais.

Outros Projetos

Os vereadores ainda aprovaram o projeto do Executivo que prevê repasse de verba direto às escolas rurais para contratação dos motoristas do transporte escolar e o projeto que autoriza a Prefeitura fazer o pagamento de plantões a servidores não-efetivos, devidamente selecionados e cadastrados em um banco de dados (sem vínculo com o Município), para suprir a falta dos plantonistas nas UPAS e Pronto Atendimentos nas áreas urbanas e rural de Porto Velho.

Fonte:

Deixe seu comentário