Portal da Cidade Porto Velho

BOVINOCULTURA

Usina de Nitrogênio será recuperada e voltará a produzir em 2020

Sua principal característica é a capacidade de manter a temperatura muito abaixo do ponto de congelamento da água, tornando-o útil em diversas aplicações

Postado em 05/12/2019 às 13:12 |

(Foto: assessoria)

A Entidade Autárquica de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Rondônia (Emater-RO), responsável pelas usinas de nitrogênio no estado, deu início à manutenção. A determinação foi do governador coronel Marcos Rocha que pediu que fosse feita a manutenção preventiva e corretiva dos equipamentos das máquinas que estavam paradas há cerca de dois anos. Após a conclusão dos serviços, as usinas atenderão ao projeto de incentivo ao melhoramento genético em animais bovinos leiteiros, do governo estadual, com o fundo Proleite.

O nitrogênio líquido é uma substância produzida de maneira industrial, por meio de um método de destilação fracionada. Sua principal característica é a capacidade de manter a temperatura muito abaixo do ponto de congelamento da água, tornando-o útil em diversas aplicações, como por exemplo, no congelamento de sêmens e embriões, no projeto de inseminação incentivado pela Secretaria de Estado da Agricultura (Seagri) e executado pela Emater-RO, no desenvolvimento da pecuária leiteira no estado. 

Ao longo dos anos, o governo tem subsidiado os pequenos produtores rurais para aquisição do produto com valores mais em conta e isso tem resultado na melhoria da qualidade e produtividade do rebanho leiteiro em Rondônia. Entretanto, devido às avarias nos equipamentos, as duas usinas de nitrogênio – uma em Porto Velho e outra em Ouro Preto do Oeste – estão com sua produção paralisada há dois anos. 

Mediante à necessidade de se dar continuidade às ações de desenvolvimento da pecuária leiteira e incentivo à melhoria genética do rebanho e, por determinação do governador Marcos Rocha que quer a usina funcionando e atendendo o produtor rural, a Emater-RO já deu início à reparação dos equipamentos com manutenção preventiva, de forma a manter o constante funcionamento. 

Segundo o engenheiro Thiago Guilherme, técnico especializado que está fazendo o reparo dos equipamentos, assim que terminar os testes a usina será colocada em funcionamento, o que deverá acontecer no início de 2020, quando deverão ser retomadas as atividades das duas usinas.

Fonte:

Deixe seu comentário