Portal da Cidade Porto Velho

OPERAÇÃO 3ª ONDA

Bares e boates são interditados, notificados e autuados em Porto Velho

Operação teve duração de três noites (sexta, sábado e domingo)

Postado em 11/01/2021 às 12:18 |

(Foto: Frank-Néry / Secom-RO / Divulgação)

A Operação 3ª Onda deflagrada pela Secretaria de Estado de Segurança, Defesa, e Cidadania (Sesdec), com objetivo de fiscalizar estabelecimentos comerciais em Porto Velho, que estavam funcionando em desacordo com o Decreto Estadual nº 25.605/2020, resultou em 164 ações executadas, dentre elas interdições, notificações, autuações, vistorias, entre outras. A Operação teve duração de três noites (sexta, sábado e domingo).

As ações de fiscalização que ocorrem em bares, conveniências e estabelecimentos afins, vão ao encontro ao que determina o decreto estadual, que institui o sistema de distanciamento social controlado para fins de prevenção e enfrentamento à epidemia causada pelo coronavírus, no âmbito do Estado de Rondônia e reitera a declaração de estado de calamidade pública em todo o território estadual. 

Foram quase seis horas de operação em todas as regiões da Capital, sob a coordenação da Sesdec, mobilizando 48 profissionais, divididos em 3 equipes, 15 viaturas e 12 equipamentos utilizados (entre Tablet, Rádio HT, Notebook, e DataShow).

Durante a fiscalização foram  observados, a limitação de pessoas, horário de funcionamento, o respeito com as regras de uso de máscara, fornecimento de álcool em gel e, principalmente, aglomerações.

De acordo com o Governo, a operação foi motivada em razão dos crescentes casos de covid-19 e da sobrecarga na ocupação de leitos hospitalares, muitos municípios regrediram de fase, sendo Porto Velho um deles, que retornou à Fase 2 de distanciamento social seletivo.

"Esta nova portaria demonstrou a necessidade da realização da operação, uma vez que a missão do Governo de Rondônia é zelar pela saúde pública dos rondonienses", afirma.

Confira o balanço final da Operação 3ª Onda:

  • Estabelecimentos visitados: 105
  • Visitados sem funcionamento: 29
  • Autuados: 7
  • Aglomerados: 5
  • Vistoriados regular: 6
  • Termo Circunstanciado de Ocorrência: 2
  • Orientação: 10
  • Total = 164 ações executadas

A “Operação 3ª Onda” envolve a Polícia Militar do Estado de Rondônia, Corpo de Bombeiros, Polícia Civil, Secretária de Estado da Saúde, Agência de Vigilância em Saúde (Agevisa), Vigilância Sanitária Municipal, Procuradoria de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon), entre outros órgãos.

CANAL DE DENÚNCIA

Caso a população constate aglomerações em estabelecimentos comerciais e locais de evento, o Corpo de Bombeiros solicita que denuncie pelo 193, 190 ou 197.

Fonte:

Receba as notícias de Porto Velho no seu WhatsApp.
Clique aqui, é gratis!

Deixe seu comentário

Mais Lidas