Portal da Cidade Porto Velho

SONEGAÇÃO

Boi Gordo: esquema criminoso foi denunciado por dirigentes da JBS

O grupo atuava no estado para impedir fiscalizações de ICMS e, consequentemente, sonegava imposto ao governo.

Postado em 04/12/2019 às 06:02 |

(Foto: Divulgação)

A Operação “Boi Gordo” deflagrada pelo Ministério Público de Rondônia, nesta terça-feira (3), é um desdobramento da Operação Lava Jata. As investigações iniciaram a partir de informações repassadas ao Ministério Público Federal em uma delação premiada de dirigentes do grupo JBS, envolvendo um contador e o vice prefeito de Porto Velho, Edgar do Boi. A informação foi confirmada pelo promotor João Francisco Afonso, durante coletiva com a imprensa.

A Boi Gordo tem por objetivo a desarticulação de uma estrutura criminosa formada por empresários do ramo frigorífico e servidores da Secretaria de Finanças (Sefin). O grupo atuava no estado para impedir fiscalizações de ICMS e, consequentemente, sonegava imposto ao governo.

Durante a Operação nesta terça-feira (3), foram cumpridos mandados de busca e apreensão na residência e no gabinete do vice-prefeito, na casa de um ex-delegado regional de Fazenda de Ariquemes e na empresa Rio Madeira Contabilidade, que pertence ao contador Clodoaldo Andrade. Aparelhos celulares, computadores, notebooks e diversos documentos foram apreendidos durante o cumprimento dos mandados. 

Fonte:

Receba as notícias de Porto Velho no seu WhatsApp.
Clique aqui, é gratis!

Deixe seu comentário