Portal da Cidade Porto Velho

GENTE QUE FAZ

Miros fala sobre sua história de sucesso como empreendedor em Rondônia

Tudo começou ainda em Curitiba, no Paraná, quando fez os cabelos da primeira dama do País na época, Dulce Figueiredo.

Postado em 30/11/2019 às 08:23 |

Empresário Altamiro de Mello, proprietário do tradicional Salão Miro's Cabeleireiros de Porto Velho. (Foto: Portal da Cidade)

Natural de Brusque, Santa Catarina (SC), Altamiro de Mello, o Miros como é conhecido, cresceu na capital de Rondônia no ramo de salão de beleza, com um empreendimento que existe há 33 anos. Nesta edição, ele nos conta um pouco de sua história. 

Tudo começou ainda em Curitiba, no Paraná, quando fez os cabelos da primeira dama do País na época, Dulce Figueiredo. Ela gostou tanto que Miros acabou indo para Brasília, no Distrito Federal. Lá, conheceu alguns políticos, como o ex-governador Jerônimo Santana, Rita Furtado, deputada federal à época, entre outros políticos.

“Fizemos amizade, e a pedido do governador e sua esposa Palmira Santana, vim para Porto Velho, e assim tudo começou. Me instalei no Hotel Vila Rica, trabalhando, atendia esposas de políticos, de empresários, muitas esposas de garimpeiros. Cheguei na época do ouro, e atendi até estrangeiros que se hospedavam no hotel. Posso dizer que comecei bem”, afirma o cabeleireiro. Miros foi o primeiro empresário a atuar nessa área no hotel que nos anos 80, era o mais badalado de Rondônia.  

Miros diz que seu crescimento contou com ajuda de muitas pessoas, entre elas as colunistas sociais Terezinha Corrêa e Jussara Gottlieb, que destacavam seu trabalho.

“Durante 33 anos que estou aqui, somente nos três primeiros dias, pensei em voltar para Curitiba, por conta do calor, mas o governador Jerônimo Santana não permitiu que eu voltasse. Hoje agradeço! Nessa época chegavam à capital muitos profissionais, como médicos, inclusive o saudoso Dr. Sergio Carvalho, ele e outros médicos muitos jovens, vieram em busca de oportunidades, eu acabei que fui ficando e ficando... e estou aqui até hoje”, relata Miros.

Miros é educador técnico de empresa internacional, formado pela academia francesa de cabeleireiro, viaja pelo Brasil inteiro e para exterior realizando cursos e palestras. “Não é fácil se manter no mercado, temos que estar sempre se qualificando, todos os dias abre um salão de beleza na cidade, por isso estou sempre inovando, e consigo manter minha clientela ativa e sempre renovada”, destacou o cabeleireiro.

Podemos dizer que o Miros Cabeleireiros faz parte da história de Porto Velho, cresceram juntos. “O público na naquele tempo, era bem mais restrito, quem frequentava os salões de beleza eram pessoas que tinham um poder aquisitivo alto, com o passar do tempo, muitas coisas mudaram, antes uma mulher tinha quer ir duas vezes aos cabeleireiros, ia para colocar “bobes”, depois voltava para tirar, agora faz tudo, vários produtos são utilizados, a modernidade também chegou para nós cabeleireiros, hoje nosso salão atende todas as classes sociais”.

O Miros Cabelereiros não é só um salão de beleza é um empreendimento, com mais de 30 colaboradores, aquece a economia da cidade. “Eu me sinto feliz em poder contribuir com a cidade que me acolheu, emprego pessoas, muitos cabeleireiros entram aqui com o básico de entendimento e saem prontos para abrirem seus próprios negócios”, explica.

Altamiro de Mello, o Miros Cabelereiros, está aposentado, é jovem ainda, fez e faz história em Porto Velho, não pretende mais ir embora. “Resido aqui e vou ficar até o fim, tenho minha mãe que não mora aqui, mas viajo duas ou mais vezes ao ano para visitá-la, mas ela sabe que vou e volto”, afirma emocionado.


Fonte:

Deixe seu comentário